Tecnologia Comentários

Aplicativo ‘Fiscalize com o TCESP’ amplia denúncias contra Prefeituras

Novembro 23 / 2017

Considerando as denúncias de obras públicas, as irregularidades em vias públicas, obras de engenharia e água e esgoto foram alvos da maioria das denúncias

A atuação dos cidadãos brasileiros em relação à fiscalização do uso do dinheiro público cresceu quando comparada a 2016. O aplicativo ‘Fiscalize com o TCESP’, do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) já atingiu, este ano, 732 denúncias, o que representa um aumento de 233% em relação às 220 ocorrências registradas no ano passado.

Com um total de 356 reclamações, gestão pública foi a categoria que apresentou maior emissão de chamados em 2017. Em segundo lugar, aparece transparência, com 97 queixas, seguida por saúde, com 86. Educação, obras públicas, meio ambiente, segurança, transporte público e outros são as demais áreas que podem ser avaliadas pelos usuários por meio do ‘Fiscalize com o TCESP’.

Considerando as denúncias de obras públicas, as irregularidades em vias públicas, obras de engenharia e água e esgoto foram alvos da maioria das denúncias. Neste quesito, Ribeirão Preto, São Vicente, Jundiaí, São Paulo, Araraquara e Jaboticabal foram os municípios que registraram o maior número de reclamações.

. Como funciona

Compatível com telefones celulares e tablets e os sistemas operacionais ‘Android’ e ‘IOS’, a plataforma tem o objetivo de proporcionar aos usuários a possibilidade de avaliar os serviços públicos, permitindo o envio de informações ao TCESP para auxiliar na fiscalização do uso do dinheiro público.

Após preencher e encaminhar suas informações – por meio de fotos, vídeos e reclamações –, os dados são georreferenciados, fazendo com que o Tribunal possa ter conhecimento, como por exemplo, da data, hora e local exato de onde foram emitidos esses chamados.

As informações recebidas por meio do Fiscalize com o TCESP são enviadas diretamente ao setor de informática e de Fiscalização do TCE para análise e cruzamento, podendo subsidiar as ações de fiscalização ordinárias e extraordinárias.

O aplicativo é gratuito e está disponível para download no Google Play por meio do link http://migre.me/wnz9w e pelo App Store pelo link http://migre.me/wnzbc

Os comentários estão desativados para esta matéria.