Esportes Comentários

Santos vai economizar R$ 6 mi com demissão de 300 empregados

Janeiro 26 / 2018

Clodoaldo (foto), por exemplo, com salário de R$ 25 mil como consultor, foi dispensado pelo clube santista

A notícia da demissão de Clodoaldo, uma das maiores lendas da história do Santos, faz parte de um enorme processo de enxugamento de funcionários na Vila Belmiro – campeão mundial com a seleção em 1970, Clodoaldo era consultor administrativo do Peixe desde maio de 2016.
A justificativa para a dispensa do ex-volante santista foi financeira. O clube alega que precisa economizar e não pode manter seu salário, na casa dos R$ 25 mil por mês. Até o início de fevereiro, o Peixe terá dispensado cerca de 300 de seus 800 funcionários.
Pelos cálculos do presidente José Carlos Peres, o Santos garantirá uma economia anual de R$ 6 milhões apenas com a folha administrativa depois dos cortes, que atingiram todos os departamentos, inclusive o do futebol. Antes de Clodoaldo, já haviam saído Elano, Marcelo Fernandes, assessores de imprensa, entre outros-


Abacaxi sem fim:
Seis anos depois, Wesley ainda rende dor de cabeça ao Palmeiras. É que o empresário Beto Moreira, que emprestou R$ 2,7 milhões para a compra do volante, cobra agora, na Justiça, R$ 7,9 milhões.
Casa velha?
Por falar em Wesley, ele negocia seu retorno para o Santos. Sem sucesso nas passagens por Werder Bremen, Palmeiras, São Paulo e Sport, o jogador está desempregado desde final do ano passado.

Os comentários estão desativados para esta matéria.