Esportes Comentários

Demitido pelo site, Aranha cobra R$ 5 milhões da Ponte na Justiça

Fevereiro 06 / 2018

Goleiro foi duas vezes vice-campeão paulista com a Ponte (Thiago Ribeiro/Gazeta Press)

O goleiro Aranha entrou nesta segunda-feira com ação na Justiça do Trabalho contra a Ponte Preta cobrando aproximadamente R$ 5 milhões. O veterano, de 37 anos, exige o pagamento de verbas atrasadas e 100% dos valores que tem a receber até dezembro de 2019, quando se encerra o vínculo.
No processo, Aranha explica que foi avisado de sua dispensa pelo site oficial do clube, em 2 de fevereiro. “Depois do Brasileirão, a Ponte não o chamou para se reapresentar e ele foi surpreendido com a notícia no site dizendo que o contrato foi rescindido unilateralmente”, explica João Henrique Chiminazzo, advogado do goleiro.
Além da cobrança dos R$ 5 milhões, o goleiro também pede sua liberação no BID (Boletim Informativo Diário), para que tenha condição de atuar por outro time neste ano.
Ao Blog, um dirigente da Macaca explicou que o clube não tinha condições de continuar bancando os salários de Aranha, de R$ 105 mil mensais. Antes de sugerir que o goleiro procurasse a Justiça, os ponte-pretanos ainda garantem que propuseram uma rescisão do antigo contrato para a assinatura de um novo acordo, com salário de R$ 25 mil por mês.
Aranha era o maior ídolo do torcedor no elenco rebaixado à Série B do Brasileiro, no ano passado. Além de campeão do Torneio do Interior, em 2009, ele foi duas vezes vice-campeão do Paulistão, em 2008 e 2017.
Por Jorge Nicola

Os comentários estão desativados para esta matéria.