Tecnologia Comentários

O pay wall e o adeus aos rábulas

Março 05 / 2018

A partir de abril, site Ethosonline deve colocar uma barreira com pagamento para a visualização das matérias.

O Ethosonline, jornal eletrõnico investigativo entrará em uma nova era tecnológica: a introdução do pay wall cuja a finalidade é diversificar as receitas e monetizar ainda mais as suas operações e impedir as cópias dos conteúdos do portal. O lançamento de um sistema de paywall poroso para as versões digitais de deve estrear em abril . A iniciativa é proveniente de um minucioso estudo que envolveu as áreas de audiência, TI, editorial e assinaturas. A equipe utilizou um sistema para identificar os interesses dos leitores e seu comportamento de navegação. “O modelo pay wall já não se mostra como uma curva de futuro muito interessante. É preciso coragem e iniciativa para impedir roubos informativos.
Mesmo conhecendo os obstáculos culturais enfrentará , já que o público brasileiro não está habituado a pagar para ler conteúdo, o modelo é o mais eficiente para gerar novos formatos informativos e materiais mais aprofundados. Impedir ainda na prática que oportunistas ficam usando do matérial para se promover. a legislação veda a cópia autoral.
O paywall poroso permite a leitura gratuita de determinado número de textos por mês e limita o acesso frequente ao site apenas para assinantes. É considerado um modelo inteligente, por não afastar totalmente os leitores (como um paywall rígido ou hard) e garantir, assim, uma audiência significativa com qualidade das notícias.Além disso, vai permite a convivência do usuário com o conteúdo gerando o hábito da leitura.

Os comentários estão desativados para esta matéria.