Direito de Resposta

Abril 13 / 2018

Com base na legislação constitucional, o Ethos acolhe o direito de resposta, pedido por um estabelecimento comercial, com sede em Araçatuba

DELLY PADARIA E CONFEITARIA LTDA., em direito de resposta cumpre informar o seguinte:

A requerida na MENCIONADA AÇÃO CIVIL PÚBLICA na verdade é VÍTIMA de 6 (seis) ex-funcionárias que se uniram e interpuseram ações individuais com ESTÓRIAS idênticas contra a requerida.

Na fase de investigação no INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO, a requerida juntou a relação de dezenas de ex-funcionários contemporâneos às denunciantes, inclusive com declarações de próprio punho, demonstrando a verdade dos fatos e requerendo ao E. MPT, que efetuasse a oitiva de funcionárias que não fossem da mesma “turma”, daquelas que entraram com as mencionadas ações individuais trabalhistas.

Entretanto, infelizmente, o E. MPT se recusou a e efetuar a oitiva das testemunhas arroladas pela empresa DELLY, e propôs a presente AÇÃO CIVIL PÚBLICA SOMENTE COM BASE NO DEPOIMENTO DAS FUNCIONÁRIAS QUE JÁ POSSUÍAM AÇÕES TRABALHISTAS INDIVIDUAIS, onde foi deferida a LIMINAR INALDITA ALTERA PARS, ou seja, sem qualquer possibilidade de defesa da requerida, que até o presente momento não foi SEQUER CITADA PARA APRESENTAR DEFESA.

Agora fica a pergunta: essas funcionárias dariam depoimentos ao MPT CONTRÁRIOS AOS SEUS INTERESSES INDIVIDUAIS? Por óbvio que não!

A EMPRESA DELLY PADARIA E CONFEITARIA LTDA, é empresa respeitadora dos DIREITOS TRABALHISTAS DE SEUS FUNCIONÁRIOS, com mais de 10 anos de tradição, tendo empregado em toda sua existência por volta de 800 empregados, cumprindo PLENAMENTE seu dever social como empresa, e não tem dúvida que provará no curso da AÇÃO CIVIL PÚBLICA, a iniquidade das acusações sofridas.

LEI Nº 13.188, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015. Dispõe sobre o direito de resposta ou retificação do ofendido em matéria divulgada, publicada ou transmitida por veículo de comunicação social.

Os comentários estão desativados para esta matéria.