Esportes Comentários

Corinthians aponta como perdidas quase R$ 10 milhões em ações trabalhistas

Abril 29 / 2018

Dívida do clube, sem contar com o estádio, passa dos R$ 624 milhões

Divulgado, o Balanço Contábil do Corinthians provisionou quase R$ 10 milhões para ações trabalhistas com grande possibilidade de derrotas.
Exatamente R$ 9.685 milhões.
Não especificou quais, assim como, também, no mesmo documento, revelou existirem outros processos, tratados como em fase inicial ou sem conclusão evidente do resultado final, novamente sem a revelação dos detalhes.
A maior parte dos conselheiros, aparentemente satisfeita com a “transparência”, aprovou o documento.
Dívidas-
Em 2007, o grupo “Renovação e Transparência” assumiu o poder no Corinthians com aproximadamente R$ 40 milhões em caixa, fruto da venda do jogador Willian, praticamente zerando a dívida da gestão Dualib – que os próprios consideraram, em manifestação eleitoral, “impagável”.
Onze anos depois, o caos é crescente, a ponto de ontem, em entrevista, o atual diretor de finanças do clube deixar claro que se não realizar cortes de funcionários, no Parque São Jorge e no Futebol, além de fechar contratos relevantes no marketing (o Timão ultrapassou um ano sem patrocínio master) será impossível estancar a sangria.
As contas do estádio seguem na mesma toada: dias atrás, em reunião do Conselho, Luis Paulo Rosenberg deixou claro que todos os contratos, que ele próprio ajudou a redigir, precisam ser refeitos porque são prejudiciais ao clube.
Hoje, sem contar os valores devidos pela Arena (que poderão atingir R$ 2 bilhões), o Corinthians deve, segundo números oficiais, R$ 642,3 milhões.

Do Blog do Paulinho- Foto Revista Época e Google Imagem

Os comentários estão desativados para esta matéria.