Administração Comentários

Adesão ao Jornal Oficial Eletrônico representa avanço ecológico e financeiro

Maio 04 / 2018

No Estado de São Paulo, apenas 10 Prefeituras ainda gastam dinheiro do contribuinte com jornal papel. Não conhecem a legislação e desrespeitam o meio ambiente

A Lei 1.177 de 9 de setembro de 1862 criou o Diário Oficial. A Família Real Portuguesa trouxe para o Brasil a primeira prensa, as primeiras letras. O número um circulou no dia 1º de outubro de 1862.
Ao longo dos anos, publicações importantes saíram em suas páginas, como a Lei Áurea, a Constituição, o Ato Institucional número 5, entre outras.
Por isso, as Prefeituras estão acabando com os impressos para publicar os atos oficiais.
Eram usadas 720 toneladas de papel por ano, quase 11 mil árvores para imprimir o Diário Oficial da União.
Para as administrações municipais, além de adequar o fluxo de informações das Administrações Direta e Indireta (autarquia e Instituto de Previdência) ao formato digital, o Jornal Oficial Eletrônico ampliará a transparência na divulgação dos atos oficiais do município. A mudança também representará economia aos cofres públicos
Jornal é uma das coisas que mais faz a gente gerar lixo, principalmente para as pessoas que tem uma assinatura para recebê-los diariamente. Você pode tanto ter uma assinatura digital para acessar o conteúdo completo do jornal, como conferir as principais noticias online gratuitamente.

Os comentários estão desativados para esta matéria.